Roubo ou furto no exterior: o que fazer?3 minutos de leitura

Roubo ou furto no exterior

Viagens costumam ser um momento de relaxar, conhecer e explorar. Realizar sonhos e viver momentos que ficam guardados na memória para sempre. Entretanto, imprevistos acontecem. Roubos e furtos no exterior são mais comuns do que se pensa e transforma qualquer viagem em pesadelo. Listamos aqui quais os procedimentos que devem ser tomados para cada documento, no caso de não haver seguro viagem.

Clique aqui e acesse algumas dicas de como planejar sua viagem internacional.

Passaporte:

Primeiramente, ao perceber que o documento não está com você procure uma polícia local e faça um Boletim de Ocorrência (BO). Depois de ter feito o BO, acesse Portal Consular e preencha o formulário para solicitar um novo passaporte.

Procure uma embaixada ou consulado brasileiro no país e leve com você o BO e o formulário, lá costuma ser cobrada uma taxa para emissão do passaporte e após o pagamento, o prazo de chegada é de sete dias.

É claro que sete dias é muito tempo e se você precisar voltar para o Brasil, faça o BO e solicite o ARB (Autorização de Retorno ao Brasil), esse documento fica pronto em três dias, mas ele só deve ser usado para retornar diretamente ao seu país.

Caso você tenha escalas e conexões em outros países, você terá de esperar pelo passaporte.  

Celular ou dispositivos eletrônicos:

Se o seu celular foi roubado, ligue imediatamente para operadora pedindo o bloqueio da linha telefônica e depois adquira um novo chip e peça a restituição do número.

Com os outros dispositivos eletrônicos, não há muitas opções, a solução é fazer um BO e ficar na torcida para encontrarem.

Cartões de crédito/débito e pré-pagos:

Ao sentir falta dos cartões você deve comunicar imediatamente o seu banco. Geralmente, os números de emergência costumam estar na parte de trás do cartão, então, ter esses números anotados em algum lugar é importante. Ligue para o banco e solicite o bloqueio do cartão.

Muita gente prefere não utilizar o cartão pré-pago por medo de roubos e perdas, acontece que em casos de roubo, quando comprovado, as agências bancarias reembolsam o cliente em poucos dias.

Documento de identidade:

Em caso de roubo ou furto de documentos de identidade no exterior como RG (Registro Geral) e CPF (Cadastro de Pessoa Física), não basta registrar um boletim de ocorrência, como no caso do passaporte, é necessário solicitar uma ARB e quem emite é o Consulado ou a Embaixada brasileira.

Dicas para se prevenir de roubo e furto no exterior:

  • Faça cópias dos documentos originais e autênticos, pois esses documentos serão pedidos em caso de roubo ou furto do passaporte no exterior;
  • Durante a viagem procure andar com o mínimo de coisas, tanto na bolsa quanto nas mãos;
  • Pesquise a localização de consulados e embaixadas brasileiras (para o caso de documentos de identidade ou passaporte);
  • Anote telefones de emergência, tanto do lugar que está visitando, quanto dos bancos de seus cartões no Brasil.

Seguro Viagem para roubo e furto no exterior:

Os Seguros Viagem são feitos para serem usados em situações de emergência, como coberturas para atendimento médico e odontológico, acidentes pessoais, morte acidental, invalidez permanente parcial ou total por acidente e extravio de bagagens. Mas existem coberturas específicas para casos de furto ou roubo de documentos no exterior. Faça uma cotação com a Seguralta e viaje com tranquilidade!

Você achou esse post útil?

Clique nas estrelas para avaliar!

Média dos resultados: / 5. Contador de votos:

Se você achou esse post útil...

siga a gente nas redes sociais.

Que pena que esse texto não tenha sido útil pra você!

Vamos melhorar juntos?

Ana Clara Moreno

Trabalha no departamento de comunicação da Seguralta.
Ana Clara Moreno

Últimos posts por Ana Clara Moreno (exibir todos)