Procura por Seguro de Celular cresce

Segundo a Anatel, o Brasil possui mais celulares do que habitantes. Uma pesquisa feita em 2018, aponta que existem 306 milhões de dispositivos portáteis em uso no país, enquanto existem 210 milhões de brasileiros.

Com o crescimento do uso desses aparelhos, cresce junto o risco de perda, furto ou até mesmo de danos físicos. Esses riscos são um problema nos dias atuais, onde resolvemos tudo através do nosso celular, além de informações pessoais que podem ficar expostas, em caso de um roubo ou furto.

Para situações assim, o ideal é ter um seguro para o aparelho que irá minimizar os danos financeiros em caso de algum imprevisto. De acordo com a eMarketer, o Brasil é o 6º país no mundo em número de smartphones e já consta com 4 milhões de usuários que contratam um seguro para o aparelho.

No ano passado, o seguro para celulares cresceu 15% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Esse crescimento é devido ao aumento de valores dos celulares e a preocupação dos usuários em diminuir os prejuízos em caso de um imprevisto.

Em geral, o seguro de portáteis tem cobertura para danos físicos ao aparelho em caso de incêndio, raio, explosão, impacto de veículos terrestres e aeronaves ou tentativa de roubo, além da cobertura opcional contra subtração do bem, danos elétricos e danos por água/liquido. Este seguro pode ser contratado também para notebooks, câmeras fotográficas, filmadoras, tablets e smartwatch.

Além de toda a proteção que o seguro pode oferecer ao celular, o seu aparelho tem proteção por um tempo maior, possibilidade de receber o valor do produto em dinheiro, garantia de manutenção por profissionais especialistas e maior economia em comparação ao conserto.

Se você se preocupa com a segurança do seu celular, contratar um seguro para o seu aparelho é uma boa opção e para te ajudar a encontrar o melhor seguro para o seu perfil, entre em contato com um consultor Seguralta, converse a respeito das coberturas e tire suas dúvidas.