Maio Amarelo: Nós somos o trânsito

Maio Amarelo - Seguralta

O Maio Amarelo é um movimento internacional de conscientização para redução de acidentes de trânsito e tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

A escolha do mês de maio foi motivada pela proposta da ONU (Organização das Nações Unidas) quando decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito em 11 de maio de 2011. Com isto, no mundo todo, o balanço das ações sempre é realizado nesse mês.

A cor amarela foi escolhida por ser a cor da advertência no trânsito. Placas amarelas alertam o motorista sobre possíveis problemas à frente, no semáforo traduz-se em atenção. Portanto, o amarelo é hoje o sinal de alerta no trânsito de todo o mundo.

O laço, símbolo do movimento, é um sinal conhecido do mundo inteiro como algo a se aderir. Ele já representa inúmeros movimentos, como o Outubro Rosa e o Novembro Azul, e é a cor que os diferencia, carregando sempre o alerta à sociedade sobre um tema que precisa ser visto.

Maio Amarelo – Nós somos o trânsito

Lançado como “Nós somos o trânsito”, o Movimento chega à sua 5ª edição e estimula na sociedade discussões e atitudes voltadas à necessidade urgente da redução do número de mortes e feridos graves no trânsito.

O tema de 2018 propõe o envolvimento direto da sociedade nas ações e uma reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade. Trata-se de um estímulo a todos os condutores, seja de caminhões, ônibus, vans, automóveis, motocicletas ou bicicletas, e aos pedestres e passageiros a optarem por um trânsito mais seguro.

Segundo um balanço divulgado pela Polícia Rodoviária Federal em janeiro, no ano passado, só nas rodovias federais foram registrados 89.318 acidentes graves, resultando na morte de 6.244 pessoas e 83.978 feridos. A falta de atenção dos motoristas brasileiros foi a principal causa dos acidentes de trânsito.

Por isso, o movimento Maio Amarelo é tão importante para conscientizar a população sobre os riscos da direção para que esses números diminuam e vidas sejam poupadas.