Cuidados com seu veículo no inverno – e na quarentena!3 minutos de leitura

Fazer as manutenções preventivas no seu veículo a cada mês é importante não só para manter os usuários deste veículo seguros, como também para evitar dores de cabeça e gastos desnecessários. Cuidados básicos devem ser encarados como responsabilidade obrigatória do condutor principal. Esses cuidados, como já dito, devem ser tidos com frequência, porém, a chega das baixas temperaturas pede um pouco mais de atenção.

Não importa a estação do ano, lembre-se de verificar:

  • Validade do extintor;
  • Cuidar das luzes traseiras, lâmpadas de sinalização, luzes de freio, faróis e luzes de condução;
  • Também garanta em seu veículo um kit de emergência com triângulo, ferramentas e primeiros socorros.

Veja a seguir algumas práticas para adotar durante o inverno e dirigir com segurança.

Se o carro não pegar, não insista

O recomendado é aguardar um tempo até fazer outras tentativas, pois insistir no funcionamento pode encharcar as velas de ignição. Se o carro não pegar depois de alguns esforços, o melhor a fazer é chamar um mecânico ou acionar sua assistência do seguro.

Esquente o carro no trajeto

Caso seu carro possua injeção eletrônica, não é necessário esquentar o motor antes de sair. Apenas dirija devagar e com cautela, pois a injeção fará o trabalho dela durante o trajeto, economizando combustível e o seu tempo.

Palhetas

Fundamentais para manter a boa visibilidade no para-brisa.  No frio, elas ressecam com facilidade pois são feitas de borracha. Esse ressecamento vai influenciar diretamente na limpeza do vidro e pode causar riscos ou aumentar ainda mais a sujeira. Consulte o fabricante para saber o período indicado para troca.

Verifique também o reservatório de água, de preferência misturado com algum detergente próprio para auxiliar na limpeza.

Pneus

Ruas e estradas podem apresentar poças de água, neblina ou até pequenas camadas de gelo dependendo da região. Mantenha os pneus devidamente calibrados para melhor a segurança e a economia do veículo. Um pneu careca pode derrapar na pista e causar acidentes.

Calibragem

Não é preciso calibrar os pneus de forma diferente no inverno, a não ser que o manual do fabricante aconselhe o contrário. Sempre leia e siga as instruções do fabricante. Caso você não tenha acesso ao manual do proprietário, busque na internet colocando o modelo do carro. A variação na temperatura não influencia na pressão interna dos pneus pois a quantidade de ar no interior do componente é pequena.

Faça a calibragem quando os pneus estiverem frios, ou seja, logo após sair de casa ou depois de o carro ter parado por um tempo.

Bateria

Mesmo que você não esteja rodando com o carro, ligue o motor pelo menos uma vez por dia e acelere levemente. Evite deixar som, luz ou outros equipamentos ligados.

Ar condicionado

Ledo engano achar que não é preciso ligar o ar-condicionado durante o inverno: as borrachas de vedação e a tubulação são lubrificadas quando o sistema está em funcionamento, evitando rachaduras e vazamentos nas mangueiras, vedadores e selos de borracha. É recomendado ligar o ar pelo menos 15 minutos por semana, podendo ser na função ar quente.

Combustível

O carro abastecido com etanol demora um pouco mais para pegar quando está frio. É para isso que existe o reservatório de gasolina nos automóveis flex, o “tanquinho”; mantenha-o abastecido e dê preferência à gasolina aditivada, que ajuda na ignição do motor.

Também verifique se essa gasolina não está velha – com o tempo ela perde o poder de queima, e o etanol não consegue, sozinho, atingir a temperatura suficiente para gerar a combustão no motor do veículo.

Você achou esse post útil?

Clique nas estrelas para avaliar!

Média dos resultados: / 5. Contador de votos:

Se você achou esse post útil...

siga a gente nas redes sociais.

Que pena que esse texto não tenha sido útil pra você!

Vamos melhorar juntos?