Contas inativas do FGTS: por que se preocupar?

contas-inativas-FGTS


A Caixa Econômica Federal começou a liberar em março o saque das contas inativas do FGTS em contas que não receberam depósito desde dezembro de 2015. A estimativa é de que mais 30 milhões de pessoas poderão retirar o dinheiro, somando R$43,6 bilhões. veja o cronograma de retirada abaixo:

 

saque-FGTS-contas-inativas
Os saques poderão ser feitos até o dia 31 de julho, variando de acordo com a data de nascimento. Você possui algum valor no FGTS? Antes de retirar o dinheiro, é preciso planejar o que fazer. Por isso, separamos algumas orientações sobre como usufruir da melhor forma o valor que possui em sua conta.

 

Por que se preocupar?

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um benefício aos trabalhadores com carteira assinada que garante um fundo em situações específicas. Nele, um valor mensal é depositado em uma conta, rendendo juros e correção monetária. Porém, mesmo com esses juros e correção, o seu dinheiro acaba se desvalorizando rapidamente, principalmente, em tempos de inflação alta. Para ter uma noção de como seu dinheiro pode se desvalorizar frente à inflação, veja o quadro abaixo:

 

fgts-inflacao
Fonte: O Globo


O FGTS rende com juros mais atualização monetária. Os juros variam de 3% a 6% ao ano. Quando um trabalhador pede demissão, a conta se torna inativa, e passa a render o mínimo de 3% ao ano. A atualização monetária equivale à reposição da inflação do período, utilizando a Taxa Referencial (TR). Porém, essa taxa é quase sempre inferior à inflação real. Isso acaba resultando em uma perda de poder aquisitivo.

 

Por isso, qualquer oportunidade de sacar seu dinheiro de uma conta do FGTS é válida. Dessa forma, você o protege da perda de valor para inflação e ainda pode escolher onde aplicá-lo da melhor forma.

 

Como sacar?

 

Alguns documentos devem ser apresentados no momento do saque:

  • Agências Caixa: número de inscrição do PIS/PASEP, documento de identificação do trabalhador e comprovante finalização do contrato de trabalho (CTPS ou termo de rescisão do contrato de trabalho).
  • Correspondentes Caixa Aqui e Lotéricas: valores até R$ 3.000 com documento de identificação do trabalhador, Cartão do Cidadão e senha.
  • Autoatendimento: para valores até R$ 1.500 com a senha do Cartão Cidadão e valores até R$ 3.000 com Cartão do Cidadão e senha.


O que fazer?

 

Tudo vai depender sobre a sua situação no momento e quais suas perspectivas num futuro relativamente próximo. Se você foi mandado embora, por exemplo, considere manter uma reserva em alguma aplicação de alta liquidez como caderneta de poupança ou CDBs (Certificados de Depósitos Bancários), por exemplo.

 

Se você possui dívidas, não hesite em quitá-las. Cheques especiais e cartões de créditos cobram altas taxas de juros. Por isso, utilizar seu FGTS para livrar-se de um empréstimo como esses pode livrar você de um endividamento maior.

 

Mas se você não está desempregado e nem tem dívidas a quitar, então confira as dicas sobre o que fazer com o dinheiro do seu FGTS.

 

Aposentadoria:
Deixar de sacar o seu FGTS para resgatá-lo somente quando chegar o momento da aposentadoria, pode não ser uma boa opção. Como já foi dito, os rendimentos do FGTS não acompanham a inflação. Por isso, investir em uma previdência privada pode melhorar os seus rendimentos no futuro. A maior parte dos planos de previdência privada oferecem reajuste real acima da inflação. E você tem a liberdade de escolher quando e como sacar o montante acumulado.

 

Prestações:
Se você está pagando parcelas de um imóvel ou carro, utilize o valor do seu FGTS para quitar total ou parcialmente os restante das suas parcelas. É comum utilizar esse recurso para amortizar ou liquidar o saldo devedor do financiamento.

 

Consórcio:
Você pode amortizar ou liquidar as prestações do seu consórcio, seja ele imobiliário ou para automóvel. Considere entrar em um, caso ainda não esteja participando. Essa é uma das melhores maneiras de se adquirir um bem, pois você não paga pelos juros comumente cobrados em um financiamento.

 

Mas como saber se você tem algum valor disponível para saque em conta inativa? Confira abaixo:

contas-inativas-fgts-como-saber


Quer saber quanto você possui em sua conta do FGTS?
Faça uma consulta aqui. Aproveite a liberação das contas inativas e realize um aporte na sua previdência ou em considere adquirir um consórcio. Invista em sua qualidade de vida.